terça-feira, 15 de maio de 2018

Carol Marra vive mulher grávida em “Bruta Flor”, espetáculo que está de volta a São Paulo


Foto: Victor Lemini




Notícia das melhores para os amantes do Teatro e fãs de Carol Marra. O espetáculo “Bruta Flor”, sucesso de público e crítica em 2016/17, retorna aos palcos paulistanos no próximo dia 23 de maio no Teatro União Cultural com nova montagem e elenco, com destaque para a Carol, atriz transexual de mais sucesso na atualidade e que vive a protagonista.
Carol Marra é formada em jornalismo e artes cênicas, trabalhou como repórter e produtora de moda e nos bastidores da Fashion Week até ser descoberta pelo editor da revista Vogue RG, quando iniciou sua trajetória como modelo.
Quebrando barreiras no mundo fashion como a primeira modelo transgênero nas passarelas do Minas Trend Preview (terceira maior semana de moda no calendário brasileiro) e, em seguida, destaque de desfiles no Fashion Rio e São Paulo Fashion Week, Carol também foi a primeira trans a estampar um editorial na revista L´Officiel, bem como a primeira a estrelar a capa da revista Trip. Histórica por sua ousadia, a publicação obteve recorde de vendas.
E, chegando a estampar páginas do New York Times por conta de sua trajetória de sucesso, Carol estreou na TV em 2014 na série “Psi”, do canal HBO, e participou da série “Romance policial – Espinosa”, no GNT, além de garantir participação na novela “Boogie Oggie”, em 2014. Agora, Carol é o novo rosto da campanha mundial da vodka Absolut.
Além de Marra, o espetáculo com temática LGBT, chega com os atores André Pottes, que vive Lucas, e Fernando Zilli como Miguel.

Vale lembrar que Marra segue seu pioneirismo como a primeira atriz transexual a interpretar uma mulher grávida.
Serviço:
Espetáculo “Bruta Flor
Estreia dia 23 de Maio – 21 horas –
Temporada: Maio – quartas e quintas – 21 horas / Junho – quartas – 21 horas
Local: Teatro da União Cultural – Rua Mário Amaral, 209 – Jardins – São Paulo (600 metros do Metrô Brigadeiro)
Telefone: (11) 2148-2923
Censura: 16 anos – Cenas de Sexo, Nudez e Violência Doméstica
Temática: LGBT
Ingressos a venda na bilheteria do Teatro:
70,00 (inteira) e 35,00 (meia entrada).
30,00 (Classe Teatral com Comprovante).
20,00 (ONGS com venda minima de 10 ingressos).

Fotos: Reproduções

Atores e diretor de 'Bruta Flor' falam das cenas de nudez do espetáculo

Peça, que conta romance gay e trata de homofobia internalizada, está em cartaz no Teatro Augusta

Willian Tucci e Adriano Arbol vivem romance tenso e visceral em 'Bruta Flor'. 
Fotos: Ronaldo Gutierrez

*
Em meio à grande oferta de espetáculos com temática LGBT na cidade, alguns chamam atenção. Bruta Flor, em cartaz às sextas-feiras no Teatro Augusta, reúne ingrendientes que garantem à montagem sua quarta temporada consecutiva em nove meses nos palcos de São Paulo.

O texto - assinado por Vitor de Oliveira e Carlos Fernando de Barros - conquista ao contar a história de dois homens que se envolvem na adolescência e se esbarram anos depois em épocas diferentes de suas vidas. Um deles, bem-sucedido, foi morar na Europa e assumiu-se gay. O outro leva uma vida dura com esposa e aguardando o primeiro filho nascer.
O diretor Marcio Rosário não só não fugiu do tema polêmico do espetáculo, a homofobia internalizada, como o deixou ainda mais visceral. Na atual temporada, ele deixa os atores mais à vontade em cena, literalmente. As cenas de nudez estão mais ousadas e picantes.
Guia Gay São Paulo conversou com Rosario e os atores Adriano Arbol e Willian Tucci (que vivem uma espécie de triângulo amoroso com a personagem de Erika Farias), sobre como eles encaram a nudez nos palcos, como foi o processo e se houve preparação física para isso.
Vocês já haviam ficado nus no palco antes?
Adriano Arbol - Faço o personagem Lucas, o nu em cena nunca me incomodou enquanto ator. Com a exposição do corpo, a primeira coisa que avalio e observo quando me convidam para trabalho desse gênero é o texto e a direção, qual a proposta do espetáculo e como o diretor vai direcionar essa exposição

Em Bruta Flor, fui presenteado com um grande personagem e uma grande direção, que desde o primeiro dia de ensaio e durante o processo tratou tudo com muita naturalidade, responsabilidade e respeitando os limites de cada um. Nosso diretor, não só pensa no espetáculo como um todo, como também em seus atores, nos dando liberdade de criação, o que acho muito digno.
Willian Tucci - No palco, eu nunca havia ficado nu, apenas no cinema. Quando fiquei sabendo que faria o Miguel, foi um motivo de grande felicidade para mim, justamente por não ser um tipo de personagem ao qual eu estou acostumado a viver. Essa carga dramática dele – e leveza, ao mesmo tempo – é algo que me motiva muito, pois há grandes nuances de humor, de personalidade e de vontades ao longo do espetáculo, tornando-o um personagem mais humano e fazendo com que haja maiores desafios a mim como ator.

*
Como é lidar com personagens tão intensos e ao mesmo tempo explorar a sexualidade deles assim, de forma tão direta com o público?
Adriano Arbol - O espetáculo é intenso, visceral, mas sensível, poético, que aborda o assunto com total maestria, sem vulgaridade. O público tem nos dado um retorno surpreendente, graças a Deus!

Willian Tucci- Apresentar uma obra que "exala" sexualidade – com um tema LGBT ainda por cima – é realmente uma polêmica, justamente pelo fato de que, para muitos, a nudez virou banal; e para outros, apenas um estado humano e forma de liberdade de expressão.
Muitos acham que a nudez ficou gratuita nos últimos anos, já outros reclamam que tudo ficou muito mais pudico e conservador nos nossos tempos em comparação com os anos 80 e 90. O que vocês acham?
Adriano Arbol - Em relação aos anos 80 e 90, acho que evoluímos muito. Hoje conseguimos tratar esse assunto com mais seriedade, naturalidade, antigamente montar um espetáculo discutindo a homossexualidade, preconceito, era motivo de piada. A informação que hoje o Bruta Flor consegue passar, na época não conseguiria, a mente das pessoas era outra, houve uma transformação gigantesca.

Marcio Rosario - O Brasil tem essa cultura terrível, de ver o corpo como algo vulgar. Hoje em dia as pessoas recebem fotos nuas em seus celulares o tempo todo e compartilham as mesmas, mas quando vêm ao teatro elas vestem o "manto da bondade" - pura hipocrisia.
Eu senti que devia explorar a sexualidade dos personagens ainda mais nas cenas do espetáculo, mesmo não tendo no texto essas cenas. Estamos fazendo teatro para adultos que estão acostumados a ver, falar e fazer sexo. Eu apenas tento refletir no palco a realidade e tive a sorte de ter atores viscerais que toparam a minha ideia cênica.
Fizemos uma sessão em Santos com mais de 450 pessoas no teatro com público mais diverso impossível e, nesse dia, achei que iria ter um certo desconforto, o que não houve. Fomos parabenizados pela nossa coragem!

Vocês se prepararam fisicamente para as cenas de nudez, algum cuidado extra com o corpo?
Adriano Arbol - Sempre fui muito vaidoso, sempre me cuidei, e para fazer esse tipo de trabalho temos que pensar que, não é só o corpo do personagem que está no palco e, sim, do ator Adriano Arbol (risos). Gosto muito de correr, praticar exercícios físicos, espetáculo necessita de um bom condicionamento físico. Tudo que for para fazer pela arte, pelo espetáculo, e pelo nosso público, vale sempre muito. Gratidão!

Willian Tucci - Eu já estava treinando musculação há nove meses, mas quando fiquei sabendo sobre o Bruta Flor, em que haveria cenas de nudez, imediatamente alterei meus hábitos alimentares e intensifiquei os exercícios com o meu personal trainer, cinco vezes na semana.
Como foi a elaboração das cenas mais ousadas e de nudez?
Marcio Rosario - Pensei em várias formas de como realizar as cenas sem ser se tornar grosseiro ou vulgar para o público. Fizemos muitos ensaios e tudo foi feito bem mecânico e conversado com o elenco para os atores se familiarizarem com as marcas. Todas cenas de sexo são todas bem marcadas, quase uma grande coreografia.

Nos ensaios demos muitas risadas de como fazer o que seria correto, quando chegamos à conclusão que não existe o correto ou errado no sexo na busca do prazer do parceiro e com isso fomos desenvolvendo todas as cenas de sexo.... da mais tranquila a mais intensa.
Temos a iluminação que somada ao talento dos atores acaba dando um tom real necessário para as cenas...
William Tucci- Quando eu sentei a primeira vez para conversar com o nosso diretor, Marcio Rosario, ele disse que gostaria de voltar ao tom original do espetáculo, trazendo cenas mais fortes e adaptando/acrescentando algumas cenas sensuais que não estavam no texto, mas achava necessário para o espetáculo.
O que me encanta no Bruta Floré como há poesia por traz dessas cenas, é como pessoas bem conservadoras acabam mergulhando na história, justamente pela forma como a narrativa foi dirigida, provocando multisensações no espectador: angústia, excitação, uma pitada de humor e, principalmente, empatia. Acredito que essa seja a palavra para as coordenadas que recebi do Marcio: tornar o Miguel um cara com o qual o público se identifique – com erros e acertos.
Mais informações sobre Bruta Flor você tem em nossa Agenda clicando aquiAVISO: O Guia Gay São Paulo vai sortear dois pares de ingressos para a sessão desta sexta-feira a nossos seguidores no WhatsApp. Para concorrer, basta gravar nosso número (11 99319-6689) na agenda de seu telefone e depois enviar a palavra TEATRO 2 pelo Whats para nós. Para quem já faz parte da lista, basta enviar a mesma palavra. 

Fonte :

domingo, 13 de maio de 2018

Rede Lúcio Matias recebe mais uma edição do Projeto Mechas do Amor

*
Rede Lúcio Matias recebe mais uma edição do Projeto Mechas do Amor 
 
Na última segunda-feira, dia 07 de maio o hairstylist Lúcio Matias recebeu em seu salão mais uma edição do Projeto Mechas do Amor, ação criada pelo Todas Somos Uma.
 
O projeto realiza a entrega de perucas para mulheres que já passaram por algum tratamento de câncer e mulheres com alopecia. As perucas são produzidas artesanalmente com cabelos de doadores arrecadados ao longo do ano através de parcerias realizadas com salões de beleza.
 
Nos salões da rede Lúcio Matias os clientes podem fazer as doações de suas mechas o ano todo e foi na tarde do dia 07 que realizaram as tão aguardadas doações. Lucio Matias é padrinho do Projeto.
 
" O evento tem um significado muito forte para mim , alguns clientes foram fazer suas doações entre elas crianças e até alguns donos de salões fora levar suas doações de seus clientes. A Rede Lucio Matias ofereceu uma tarde de beleza para algumas dessas mulheres em tratamento, tiveram massagem, maquiagem e recebera perucas, uma tarde cheia de emoções.." emocionou-se o hairstylist.
 
As organizadoras do projeto já avisaram que estão preparando uma nova tarde de doações e pedem ajuda de todos que possam doar suas mechas.

 
Serviços:
Rede Lúcio Matias 
Endereço: Rua Gualachos 285 (Tênis Clube Paulista)
Telefone : 11 32525265
 
Informações à imprensa:
Juliana Carvalho
D Comunica
@dcomunicabr
11 98637-9087


9ª edição do Balneário Saboroso destaca sabores regionais e tendências da culinária em 33 menus exclusivos

 *

*

*


O resgate dos sabores de infância e das memórias familiares promete contrastar com as novas tendências da gastronomia e com a ousadia na hora de criar. Muito mais do que a elaboração de novas receitas, a 9ª edição do Balneário Saboroso, festival já consolidado como um dos maiores do sul do país, promete encher os olhos com composições criativas e cheias de identidade. De 5 a 29 de julho, Balneário Camboriú mais uma vez irá vivenciar o melhor da sua gastronomia, com 33 menus inéditos que reúnem toda a pluralidade de sabores do litoral catarinense.

Valorizando a produção artesanal, os chefs deram seus toques especiais aos menus, que tem no formato uma tradição do festival, a oferta de entrada, prato principal e sobremesa pelo valor único de R$ 54,90 para uma ou duas pessoas. Entre as entradinhas, há desde mini croquetas que alternam sabores como cordeiro com maçã até pratos que trazem o queijo colonial empanado como protagonista – crocante por fora e cremoso por dentro, contrastando com um couli de frutas vermelhas. Um Polpetone, que traz uma receita de temperos de família bastante antiga, também se destaca, assim como uma Tortilla chips com tartar de abacate e camarão flambado na tequila.

Os pratos principais trazem desde a nossa tradicional caldeirada de peixe e frutos do mar, neste caso acompanhando chips de banana da terra e arroz com abacaxi, além de um duo de mignon e vieiras, que destaca terra e mar no mesmo menu. Vegetais em formato de talharim temperados na manteiga de ervas, assim como um porco colonial assado por 8 horas também roubam a cena.

No quesito sobremesas, tem aquelas que destacam bebidas alcoólicas como o pavê de paçoquinha com calda de quentão e a torta de café e malte torrado, recheada com doce de leite e cerveja escura. Para quem não abre mão das mais tradicionais, há também fondue de chocolate com leite ninho, além de uma criação com Pão de donuts confeitado com mini churros ao doce de leite e blend de sorvete cremoso de nutella que completam a experiência gastronômica.

Neste ano, pela primeira vez, o festival também contará com uma opção de menu vegetariano nos restaurantes que aderiram a proposta, além da já aguardada programação paralela ligada a área gastronômica que será divulgada em breve. O Balneário Saboroso é uma realização do Balneário Camboriú Convention & Visitors Bureau e já possui confirmado o apoio da Prefeitura Municipal de Balneário Camboriú, através da Secretaria de Turismo e Desenvolvimento Econômico. Além disso, conta com os seguintes patrocinadores confirmados: Decanter, Eisenbahn, Rede e Acquíssima.

Mais informações sobre o festival podem ser obtidas nas redes sociais do evento (Instagram e Fan page) e também no site.

Confira os restaurantes participantes de 2018:
 Acqualina Bistrô
Armazém San Miguel
Baja Califórnia
Barzin Carioca
Buddies Boteco Premium
Campano Burger
Cedrus Restaurante Árabe
Charlie Burgers
Champagne Restaurante & Bar
Chaplin Restaurante
Comadre Pizzaria
Didge Steakhouse Pub
Flambô Burger
General Pepper
Guacamole Cocina Mexicana
Hugani Trattoria
Indaiá Restaurante
King Pizza
Kombina Felice
Mad Dwarf
Madrugadão Lanches
Mangiare Felice
Mood Restaurante
O'Brien's Irish Pub
Papparella Pizzaria
Pizza Bis – Av. Atlântica
Pizza Bis - Rua 3.300
Restaurante Drummond
Restaurante Dudu
Sama Sama
Soleil Pizza
Tribus Bar
Yujin Temakeria

Crédito das fotos: Luciano Dias


-- 

sexta-feira, 11 de maio de 2018

Jockey Club leva 10 mil pessoas ao Grande Prêmio São Paulo Black Opal 2018 e se firma como polo de entretenimento

A 94ª edição do Grande Prêmio São Paulo Black Opal 2018 recebeu 10 mil pessoas no Jockey Club no último final de semana, devolvendo ao espaço icônico da cidade o protagonismo de seus melhores dias.

Marly Lamarca 
*

Tadeu, Jô Ribeiro e Aninha Monteiro
*
Empresários, influenciadores, personalidades das artes e do cinema e famílias inteiras, além dos tradicionais apostadores e amantes do turfe, lotaram o gramado, os restaurantes e as arquibancadas para assistir aos três dias de evento.
Regina Mansur, Lilian Gonçalves, Aninha Monteiro e Marly Lamarca
*



 Marly Lamarca e Lilian Gonçalves
*





MEU MALVADO FAVORITO - Saulo Meneghetti será um vilão na TV

Ator Saulo Meneghetti
*
Depois da sequência de sucessos na Record TV, "Escrava Mãe" e "O Rico e Lázaro", Saulo Meneghetti dará vida ao vilão Hananias, na minissérie Bíblica "Lia - Heróis da Fé" Saulo vem se destacando nas produções da emissora e ganhando reconhecimento do público.
Interpretou o galã abolicionista Charles de Alencastro, um dos personagens centrais na novela escrita por Gustavo Reiz, "Escrava Mãe" que rendeu ao Saulo o prêmio de Destaque do Ano por voto popular no prêmio "Destaque & Comunicação". No ano seguinte emagreceu 14kg para dar vida ao tímido, inseguro e atrapalhado Oziel, na novela bíblica "O Rico e Lázaro" escrita por Paula Richard. Na sequência foi escalado para interpretar o personagem Milton - Zumbi, na novela de Cristianne Fridman "Topissima" novela contemporânea, que teve sua data remanejada para o próximo ano, nesse meio tempo Saulo teve seu nome disputado em duas produções da emissora, ambas também de Paula Richard, a novela "Jesus" que ainda está escalando elenco e a minissérie Bíblica "Lia" da série "Heróis da Fé".
Em "Lia" Saulo dará vida ao vilão Hananias, irmão da protagonista da trama. As gravações estão á todo vapor e a estreia está prevista para junho desse ano, para entrar no horário da novela "Apocalipse".

Saulo Meneghetti
*

Saulo Meneghetti
*

quarta-feira, 28 de março de 2018

Ator Déo Garcez "delegado de Pedra Santa" ,viverá Jesus Cristo pela quarta vez em Custódia - PE


Déo Garcez "delegado de Pedra Santa" ,viverá Jesus Cristo pela quarta vez em Custódia - PE

*
Déo Garcez, o delegado Martinho da novela "O Outro Lado do Paraíso",  da Rede Globo, foi convidado pela quarta vez para viver Jesus Cristo em Custódia-PE, pela Paixão de Cristo. O espetáculo "Rei dos Reis", dirigido por Plínio Fabrício, acontece no maior  teatro ao ar livre do sertão pernambucano, e espera receber, este ano, cerca de sete mil espectadores. Além de Déo, atores e figurantes da cidade integram o elenco. "Me emociona mais uma vez ser convidado por Custódia para viver o Cristo, num ato transgressor e contemporâneo ao escalar um ator negro para este personagem, tradicionalmente feito por atores brancos. Que isto sirva de exemplo às produções em outros lugares do País", declarou o ator.



*
Att,
Marcinha Araujo
(19) 9.81637393

Marcinha Araújo | Giro das Estrelas Assessoria